A terapia fonoaudiológica (ou Fonoterapia) é constituída por uma série de ações que envolvem a seleção, a indicação e a aplicação de métodos, técnicas e procedimentos terapêuticos, adequados e pertinentes às necessidades e características do paciente. É indicada, por meio de avaliação específica, para habilitação ou reabilitação de casos de alterações da linguagem oral- como atrasos-, e escrita- como trocas de letras, dificuldade com a alfabetização, com a leitura e interpretação-, voz- como rouquidão, disfonia, alterações vocais decorrentes de uso profissional da voz-, fluência da fala- como gagueira e/ou fala rápida-, articulação da fala- como trocas na fala-, função auditiva periférica (perda auditiva) ou central (processamento auditivo), sistema miofuncional orofacial e cervical e deglutição- como problemas causados por uso prolongado de chupeta, mamadeira ou sucção digital, dificuldades na mastigação e deglutição, alteração na posição dos dentes. A Fonoaudiologia também tem a função de orientar pacientes, familiares, cuidadores e escolas, e aperfeiçoar a comunicação humana.