fbpx

Fisioterapia Pélvica: Tatamentos Uroginicológicos, Urológicos e Proctológicos em Santo André​

Share on facebook
Share on google
Share on whatsapp

Tratamentos Uroginicológicos, Urológicos e Proctológicos, em Santo André

Sobre a Fisioterapia Pélvica - Homens e Mulheres

E um tratamento conservador invasivo e não invasivo das disfunções do assoalho pélvico como, por exemplo, a incontinência urinária de esforço (IUE) e as distopias genitais (entre as mais conhecidas está a cistocele, a ‘queda de bexiga).

A fisioterapia faz a reeducação funcional do assoalho pélvico. Atua na prevenção e tratamento das incontinências urinárias e fecais, dores pélvicas, disfunções sexuais, constipação, prolapsos e gestação (preparo para o parto). Essa área da fisioterapia também auxilia no tratamento de processos de reabilitação tanto pós mastectomias, como pós cirúrgicos que evoluíram com complicações de câncer ginecológicos e de próstatas.  

Descrição do Tratamentos Uroginicológicos, Urológicos e Proctológicos

O tratamento consiste na utilização de técnicas e aparelhos da fisioterapia que irão proporcionar junto ao paciente melhora na consciência corporal e controle da musculatura. A fisioterapia conta com a utilização de técnicas de cinesioterapia, eletromoduladores, eletroestimuladores, biofeedback e orientações.

Para quem é Indicado a Fisioterapia Pélvica?

Homens, mulheres e crianças, de todas as idades.

  • Incontinência fecal: É a incapacidade de controlar a eliminação de fezes. Secundário à fraqueza dos músculos do assoalho pélvico.
  • Prolapsos de órgãos: É a exteriorização de órgãos pelo canal vaginal ou anal.
    Acontece devido ao enfraquecimento da musculatura do assoalho pélvico e dos ligamentos, que tem o papel de sustenta-los. Geralmente são projetados para fora a bexiga, o útero e o reto.
  • Disfunção sexual: Os transtornos sexuais podem acontecer tanto no homem como na mulher, em uma (ou mais) das três fases que compõem o ciclo de resposta sexual: desejo, excitação e orgasmo. As disfunções sexuais mais frequentes nas mulheres são o vaginismo (contração involuntária dos músculos impossibilitando a penetração), anorgasmia (dificuldade ou incapacidade de atingir o orgasmo), dispareunia (dor durante o ato sexual). Nos homens os transtornos mais comuns são disfunção erétil (incapacidade de manter a ereção do pênis) e ejaculação precoce (incapacidade de controlar ou adiar a ejaculação).
  •  Gestação e parto: Durante a gravidez, os músculos do assoalho pélvico (MAP) sofrem intensa pressão porque sustentam, além dos órgãos pélvicos, o bebê e os anexos embrionários. Neste período, os MAP bem fortalecidos oferecem um apoio maior ao útero, reduzem a pressão sobre a bexiga e melhoram as dores lombares, que são comuns em gestantes. Os MAP fortalecidos permitem melhor e mais rápida recuperação após o parto, bem como previne as lacerações da parede vaginal que podem ocorrer no parto normal.
  • Enurese: A maioria dos autores define enurese como micção involuntária durante o sono, pelo menos duas vezes por semana, em crianças sem anomalias congênitas ou adquiridas do trato urinário ou sistema nervoso, em idade na qual o controle esfincteriano habitualmente está presente. Considera-se que a partir dos cinco anos de idade a maioria das crianças saudáveis já adquiriu o controle cognitivo da micção. Contudo, essa disfunção não acomete apenas crianças. A prevalência mundial é de aproximadamente 15% das crianças de cinco anos de idade apresentando perdas noturnas de urina. A partir desta idade, o índice de resolução espontânea é de 15% ao ano, sendo que, aos 15 anos, cerca de 1% da população apresenta enurese. A prevalência em adultos normais é de 0,5%. A enurese noturna é mais frequente em meninos do que em meninas
  • Constipação: Distúrbio comum caracterizado pela dificuldade persistente para evacuar. Para ser considerada constipada uma pessoa deve apresentar dois ou mais critérios (selecionados abaixo), pelo menos 1X/semana e no mínimo durante 1 mês. Os critérios são:
  • evacuar menos de três vezes na semana,
  • necessitadade de esforço excessivo toda vez que vai ao banheiro,
  • sensação de evacuação incompleta,
  • necessidade de manobras manuais para defecar
  • apresentar fezes com aspecto duro ou grumosos
  • Incontinência urinária: é a perda involuntária da urina pela uretra. O distúrbio é mais frequente no sexo feminino e pode manifestar-se a qualquer idade, porém é mais comum na quinta ou sexta década de vida
  • Câncer de próstata: é o tumor que afeta a próstata, glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis A função da próstata é produzir um líquido que compõe parte do sêmen, que nutre e protege os espermatozoides. Após a cirurgia da retirada da próstata, o homem, por vezes, evolui com algumas disfunções do assoalho pélvico. A fisioterapia pélvica pode contribuir para amenizar ou até mesmo melhorar essas disfunções.
  • Câncer de útero: é o tumor que afeta o colo do útero e o seu tratamento pode acarretar alterações cervicovaginais e no comportamento sexual. As mulheres podem evoluir com disfunções do assoalho pélvico. 

Fisioterapia Pélvica Uroginicológicos, Urológicos e Proctológicos, Homens e Mulheres.

AGENDE UMA

CONSULTA

TELEFONES

(11) 4424-1284
(11) 2598-0732

WHATSAPP

(11) 953288942

CRP 06/60298

COMO FUNCIONAM OS ATENDIMENTOS NA CLIA PSICOLOGIA ?

Saiba como funciona o tratamento de terapia ou qualquer outro serviço da Clia Psicologia com a Ana Paula Magosso.
Você que procura uma Clínica de Psicanalise em Santo André ou na Região do ABC, assista este vídeo exclusivo, aonde a Ana Paula, fundadora da Clia Psicologia explica passo a passo o que você vai ter em uma terpia de Psicologia. Asissta agora, caso tenha dúvidas, fale conosco.

Nossas novidades para você Ler e Assistir!

Baixe agora o E-book para ter uma Gravidez nota 10 ou Nossas Apresentações sobre Autismo e Prematuridade!

Conheça nossos Terapeutas

E equipe Clia Psicologia.

Ana Paula Cavaggioni

Psicóloga Clínica, Doutoranda em Psicologia da Saúde.

Ana Paula de Lima

Fonoaudióloga com Habilitação em fonoaudiologia escolar, clínica e audiométrica.

Aline Costa

Psicóloga Clínica. Mestranda em Psicologia.

Fabiana Sarilho

Fisioterapeuta Pélvica e Psicomotricista, Mestre em ciências da reabilitação, Fisioterapia em neonatal.

Fabio Cavaggioni

Psicanalista – Diretor da Clia Psicologia Saúde & Educação.

Letícia Tanelli

Musicoterapeuta, atendimentos clínicos em Autismo, TDAH etc.

Jordana Rodrigues da Silveira Mouro

Fonoaudióloga e Audiologia Clínica

Maria José Lopes de Andrade

Fonoaudióloga
Especialização em Distúrbios da comunicação humana

Michelle Cristine Tomaz de Oliveira

Psicóloga, Psicologia Cognitivo Comportamental.

Natalia Pimentel Nani​

Psicóloga e Neuropsicologia

Regiane Crippa

Fonoaudióloga, com aprimoramento profissional e Especialização em Aprendizagem

Sabrina Laqua

Psicóloga clínica, especializada em dificuldades e problemas de aprendizagem.

Simone S. Drigo

Psicóloga, com especialização em Neuropsicologia

Vanessa Cristina

Psicóloga, psicóloga esportiva com atuação em equipes, Neuropsicopedagogia

Lizbeth Conti

Contextos Clínico e Escolar, Capacitação em Leitura, Escrita e Matemática Básica para Crianças com Autismo

Artigos do Blog para Ler e Aprender ...

Agende ou Envie uma Mensagem

Endereço Clia Psicologia

Rua Vitória Régia, 1095
Santo André
São Paulo

Telefones Clia Psicologia

(11) 953288942
(11) 4424-1284

email Clia Psicologia

contato@cliapsicologia.com.br

* Em até 24 horas úteis retornaremos sua mensagem.
Fechar Menu