Nossos comportamentos refletem aquilo que sentimos e pensamos. Assim, os nossos desconfortos físicos podem derivar de um mau funcionamento fisiológico e serem resultados diretos de um sofrimento emocional. A Psicologia comportamental enfatiza as interações entre as emoções, pensamentos, comportamentos e estados fisiológicos. Desta forma a psicoterapia auxilia crianças e adolescentes tanto a nomearem e compreenderem os seus sentimentos como também a perceberem o impacto deles no seu comportamento. Através da relação terapêutica, o paciente inicia um processo de mudança comportamental e resgata habilidades fundamentais para lidar com situações adversas, a fim de encontrar caminhos capazes de fazê-lo se sentir bem.