Núcleo Grão de Areia
em Santo André



Nos últimos anos, temos assistido a um aumento alarmante dos diagnósticos psicopatológicos da infância. Segundo a OMS, 10 a 20% das crianças atendidas em consultórios pediátricos estão submetidas a esses diagnósticos, como a depressão infantil, o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), o transtorno de conduta ou o autismo, por exemplo.

Porém, esses diagnósticos partem de critérios organicistas e deterministas ditados pelo DSM e pelo CID-10, que não levam em conta a subjetividade do sujeito e destinam a crianças a submeterem-se a intervenções medicamentosas, que controlam seus sintomas, ou reeducativas, produzindo um fenômeno social atual que vem sendo denunciado por inúmeros trabalhos e que vem assumindo proporções assustadoras: a medicalização da infância, que transforma questões sociais, subjetivas, culturais e até mesmo políticas e econômicas em problemas médicos.

Recentes pesquisas nas áreas da Neurociências e da Psicanálise tem demonstrando alguns pontos importantes que não devem ser desconsiderados:

– os bebês mostram, desde muito cedo, sinais de que algo não vai bem;
– bebês submetidos a experiências traumáticas, desde a sua concepção, apresentam risco aumentado de apresentar uma psicopatologia na infância;
– é possível detectar estes sinais riscos desde os primeiros meses de vida e realizar uma intervenção “a tempo”, evitando a instalação da psicopatologia antes que a mesma se cristalize, ou atenuando seus efeitos sobre o sujeito;
– quanto mais precocemente for realizada a intervenção, melhor o prognóstico;
– o bebê é um ser complexo, e nenhuma ciência sozinha dá conta de sua complexidade.

Diante da necessidade de melhorar e ampliar o atendimento desta população a equipe interdisciplinar da CLIA Psicologia, Saúde & Educação iniciou, em 2014, o “Programa Grão de Areia” com objetivo de acompanhar o desenvolvimento global de bebes de zero à 36 meses de idade, nascidos ou não em situação de risco , contemplando o bem estar físico, social e psíquico desses indivíduos, além de oferecer suporte às suas famílias através de programas terapêuticos e psicoeducativos de maneira a favorecer, facilitar e estimular os laços entre pais e filhos, com o apoio de uma equipe interdisciplinar embasada na psicanálise.

Trata-se de um espaço lúdico, de interação pais-bebes, no qual os profissionais da equipe trabalham com intervenções grupais, individuais, além de oferecer aos pais um espaço terapêutico e de orientações psicoeducativas que impactam na promoção e prevenção da saúde mental dos bebês e seus pais.

Envolvem-se no programa profissionais das áreas de: psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, fisioterapia, psicopedagogia, nutrição, neuropediatria e pediatria, sendo o psicólogo psicanalista o membro da equipe referência, presente em todos os encontros, juntamente com mais dois outros profissionais que se revezam de acordo com as necessidades verificadas em cada grupo.

Fatores de risco:

Prematuridade, internações ou separações precoces dos pais, malformações, síndromes genéticas, atrasos de desenvolvimento, dificuldade em dormir e se alimentar, mãe acometida por depressão pós-parto ou outra patologia psíquica, por exemplo.

Agendar uma Consulta - Terapia Psicologo
CONSULTAS

Contato Rápido
(11) 4424-1284
(11) 2598-0732
Whatsapp
(11) 953288942

COMO FUNCIONA A PSICANALISE ?

Saiba tudo sobre uma terapia com a Ana Paula
Você que procura uma Clínica de Psicanalise em Santo André ou na Região do ABC, assista este vídeo exclusivo, aonde a Ana Paula, fundadora da Clia Psicologia explica passo a passo o que você vai ter em uma terpia de Psicologia. Asissta agora, caso tenha dúvidas, fale conosco.

Agenda de Cursos Clia Psicologia

Para este Trimestre, 7 Cursos Agendados.

CONHEÇA NOSSOS TERAPEUTAS

Sou um bloco de texto. Clique no botão editar para alterer este texto. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Fabio Cavaggioni

Psicanalista – Diretor da Clia Psicologia Saúde & Educação.

Ana Paula Cavaggioni

Psicóloga Clínica, Doutoranda em Psicologia da Saúde.

Letícia Tanelli

Musicoterapeuta, atendimentos clínicos em Autismo, TDAH etc.

Maria José

Fonoaudióloga, com aprimoramento em Audiologia Clínica.

Sabrina Laqua

Psicóloga clínica, especializada em dificuldades e problemas de aprendizagem.

Regiane Crippa

Fonoaudióloga, com aprimoramento profissional e Especialização em Aprendizagem

Ana Paula de Lima

Fonoaudióloga com Habilitação em fonoaudiologia escolar, clínica e audiométrica.

Simone S. Drigo

Psicóloga, com especialização em Neuropsicologia

Vanessa Cristina

Psicóloga, psicóloga esportiva com atuação em equipes, Neuropsicopedagogia

Fabiana Sarilho

Fisioterapeuta, Mestre em ciências da reabilitação, Fisioterapia em neonatal e pediátrica.

AGENDE UMA CONSULTA GRATUITAMENTE.