Whatsapp (11) 953288942 | Telefone (11) 4424-1284

Junte-se a 1217 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Brincar é umas das melhores formas de estimular o desenvolvimento e o potencial de uma criança.

Apresentamos abaixo alguns brinquedos educativos indicados para cada faixa etária, que auxiliam no desenvolvimento da criança.

Qual o poder do brinquedo na educação de uma criança?

O brinquedo pode desempenhar vários papeis na educação da criança... Pode representar um objeto de apego (ursinhos, bonequinhas, etc) que acompanha a criança em todas as suas etapas do dia: dormir, ir à escola, assistir televisão e outros.

Pode proporcionar a socialização, pois ao compartilhá-lo a criança aprende a dividir o que é seu e cuidar do que é do outro. Pode contribuir para a fantasia e o mundo da imaginação em brincadeiras coletivas ou individuais.

Pode também ajudar no desenvolvimento da organização, pois ao recolher e guardar é possível trabalhar este ponto. Pode também auxiliar no desenvolvimento da coordenação motora global se considerarmos aqueles brinquedos enormes que temos em parques e buffets onde a brincadeira acontece com o corpo.

Pode proporcionar um momento de respeito ao grupo e às regras se utilizado para jogos. Enfim através do brinquedo e do brincar temos um rico momento de observação infantil.

Até que ponto precisamos comprar e trocar os brinquedos que temos em casa?

Existem brinquedos para faixas etárias diferentes, isso não significa que não possamos fazer adaptações.

Devemos sempre aproveitar o momento do brinquedo para ensinar algo a criança e quando percebemos que ela não dá mais importância para determinado brinquedo podemos incentivar a doação com a sua participação e só assim permitir nova aquisição.

Isso evita acúmulos e contribui para a formação integral da criança.

É bacana para educação da criança a ideia de fazermos brinquedos e criarmos brincadeiras em casa?

Confeccionar o próprio brinquedo desenvolve a criatividade, estimula a participação, promove a interação com o ambiente e com o outro, distribui o tempo e organiza etapas na vida da criança.

Assim também é possível estimular a brincadeira em casa, pois aguça a imaginação e proporciona momentos únicos ao desenvolvimento da criança.

Ideias por faixa etária

Até 3 anos:

Nesta fase a criança descobre sua interação com o mundo. É o momento de jogar uma bola e perceber que ela volta pra si... Joga e volta.

Esse conflito possibilitará mais tarde criar estratégias próprias.

Confeccionar bolas de meias coloridas pode ser um grande atrativo. Ao escolher brinquedos para esta faixa etária devemos priorizar: o tamanho para não correr o risco de colocar na boca e engasgar ou sufocar, excesso de cores acarreta em excesso de informação e a criança ainda não está pronta para receber tanto.

0 a 5 meses

- Chocalhos, brinquedos musicais, mordedores, brinquedos de berço, móbiles, livrinhos de pano ou plástico, bolas com texturas diferentes para serem agarradas com as duas mãos.

6 meses a 1 ano

Brinquedos flutuantes (patinhos de borracha que bóiam na água), cubos que tenham guizos embutidos ou ilustrações, caixas ou brinquedos que se encaixam uns dentro dos outros, argolas empilháveis, brinquedos para martelar, empilhar e desmontar, brinquedos eletrônicos de aprendizado, mesa pequena com cadeirinhas na altura em que a criança possa alcançar os pés corretamente no chão, telefone de brinquedo, espelhos, brinquedos que emitem sons por meio de botões de apertar, girar ou empurrar.

1 a 2 anos

- Brinquedos de variadas texturas (estimulam os sentidos da visão, da audição e do tato), bonecas de tecido e bichos de pelúcia feitos de materiais atóxicos, livros e álbuns de fotografia com ilustrações dos familiares e objetos conhecidos, brinquedos de empurrar ou puxar, brinquedos de montar e desmontar. Os brinquedos devem ter cores vivas e não podem ser tóxicos.

De 3 a 4 anos:

A criança consegue separar-se do adulto e perceber-se no ambiente como ser único. É o momento de oferecer brinquedos que explorem o cognitivo como os quebra-cabeças, por exemplo.

Fazer uma extensão do brinquedo antigo também é válido; se a criança tinha um brinquedo de montar ou encaixar com 3 peças agora pode ter com 7 e assim sucessivamente. Inserir um brinquedo com uma figura temática contextualiza a brincadeira e insere a criança no mundo das associações.

Apresentar a figura de um bicho e associar a primeira letra com o nome da criança pode ser excelente brincadeira.

Na escolha devemos priorizar: jogos de montar e encaixar, jogos bem simples de memória, com elementos comuns como frutas, animais e brinquedos. As figuras devem fazer sentido para a criança. Brinquedos com uma grande variedade de sons.

De 4 a 6 anos:

Nesta faixa etária a criança vai adquirindo autonomia, começa a tomar decisões e fazer escolhas. Nessa fase a criança expressa tudo que pensa. É o momento de grandes desafios.

Os brinquedos de montar, por exemplo, já podem ter peças menores e em maior quantidade, entre 50 e 100. E os jogos de memória podem ser mais complexos. Os jogos devem despertar a mente da criança, que terá de pensar para interagir com a brincadeira.

Invista em Jogos!

Investir em jogos de tabuleiro, adivinhas, caça ao tesouro e tudo o que explore a criatividade e o intelectual da criança é adequado a esta faixa etária. Confeccionar um tabuleiro de Damas e propor um campeonato com os amigos pode ser ótima ideia para um fim de semana em casa.

Vanessa Cristina Guilhermon Rodrigues
Psicopedagoga especializada em Neuropsicopedagogia. Coordenadora Pedagógica e Orientadora Educacional no ESI. Professora há 22 anos, atuando em Educação Infantil e Fundamental. Experiência em aulas particulares para ensino Fundamental e Médio. Experiência em Informática Educacional na preparação de aulas para Ensino Infantil e Fundamental. Experiência no Sistema de Ensino Positivo. Possui vivência em novos métodos de avaliação de desempenho de alunos em processos sem atribuição de notas. Trabalha com a abordagem pedagógica sócio-construtivista, que procura levar o aluno a construir seu conhecimento a partir de sua própria experiência. Elabora Projetos para Oficinas Vocacionais. Psicóloga esportiva com atuação em equipes. Docente do Colégio São Francisco do Ensino Fundamental I

Atendimento clia psicologia

Agende uma Consulta: (11) 4424-1284
Procura Orientação via Whatsapp: (11) 953288942

Fechar Menu