Whatsapp (11) 953288942 | Telefone (11) 4424-1284

A relação do vocabulário receptivo com a linguagem escrita

Junte-se a 1217 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

vocabulario-crianca-300x200

Ao que o Vocabulário Repetitivo esta Relacionado ?

A linguagem receptiva compreende o entendimento da entonação, da melodia da voz do outro durante a fala e do significado das palavras em seus diferentes contextos. O vocabulário receptivo está relacionado à percepção e ao processamento da informação e corresponde às palavras cujos conceitos e significados foram desenvolvidos.

Aprender a reconhecer, compreender e falar uma nova palavra adequadamente é um processo gradual.

O vocabulário receptivo é necessário para a entrada e o processamento da informação. O desenvolvimento do vocabulário receptivo é a base para o desenvolvimento de vocabulário expressivo, pois a compreensão de palavras antecede sua produção.

A aquisição do vocabulário receptivo em crianças com desenvolvimento normal está diretamente relacionada ao desenvolvimento da capacidade inferencial, isto porque, utilizar informações contextuais e frasais para, diante de palavras desconhecidas, inferir significados, configura uma das principais maneiras de adquirir vocabulário.

Quando deveria começar a surgir as Primeiras Palavras ?

O surgimento da compreensão de palavras ocorre por volta do primeiro ano. Neste momento as crianças conseguem produzir uma média de 50 palavras e seu vocabulário de compreensão é normalmente quatro vezes maior.

Ao longo do 2º. ano de vida

A velocidade e a precisão de compreensão da palavra falada aumentam significativamente.

Um atraso no desenvolvimento da compreensão e da produção da fala está relacionado com baixos níveis de desempenho escolar.

A linguagem receptiva é necessária para a compreensão das instruções dadas pelo professor, sejam elas curtas, compridas, simples ou complexas.

O vocabulário receptivo está correlacionado com a compreensão de leitura, pois ele influencia os processos de decodificação, velocidade e acurácia (palavras lidas corretamente).

A estratégia de ouvir histórias aumenta o vocabulário, bem como a habilidade de usar, em outras tarefas, as palavras recém aprendidas. E a leitura compartilhada também beneficia o vocabulário receptivo.

Regiane A. Crippa
Fonoaudióloga graduada pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp/EPM), com Aprimoramento Profissional pelo Hospital do Servidor Público Estadual e Especialização em Aprendizagem pela Faculdade de Medicina do ABC. Atuação em ações de promoção da saúde, prevenção, avaliação, diagnóstico, tratamento e orientação de aspectos envolvidos na função auditiva periférica e central, na linguagem oral e escrita, na articulação da fala, na voz, na fluência e no sistema miofuncional orofacial.

Compartilhe este post!

Atendimento clia psicologia

Agende uma Consulta: (11) 4424-1284
Procura Orientação via Whatsapp: (11) 953288942

Fechar Menu